Seção de atalhos e links de acessibilidade

vacinas

Prefeitura leva vacinas as comunidades ribeirinhas e rurais


Publicado em: 09 de Setembro de 2021

Autor: Thaís Sabino


Data: 09 de Setembro de 2021

Autor: Thaís Sabino


Legenda: Comunidade Roça Velha
Autor da Foto: assessoria

 

 

 

 

A Prefeitura de Cáceres, através da Secretaria de Saúde, por meio da Coordenadoria de Vigilância em Saúde, levam imunização contra o covid-19 e anti- rábica a lugares longínquos em comunidades rurais e ribeirinhas.

 

A prefeita de Cáceres, Eliene Liberato Dias, disse que sabe das dificuldades enfrentadas pelas famílias que moram em comunidades distantes.

“Sabemos que é difícil para as famílias se deslocarem até a cidade, tem os animais também que precisam ser vacinados, então a equipe de funcionários estão indo até as comunidades com as vacinas, a nossa missão só termina quando todos estiverem vacinados”, finalizou Eliene.

A secretária de saúde, Elis de Melo e Silva, explicou que existe um planejamento para atender todas essas comunidades. “Estamos trabalhando com mutirões onde ainda não existem Unidades Básicas de Saúde (UBS), as comunidades tem nos acolhidos com muito carinho, já levamos em alguns lugares não só vacinas, mas também atendimento médico, odontológico”, afirmou Elis.

Segundo a coordenadora Cynara Piran, já foram vacinadas mais de 200 pessoas e aproximadamente 600 animais, entre gatos e cachorros. “A equipe se desloca aos lugares mais longínquos para levar a imunização, já fizemos as comunidades Alegria, Roça Velha, Soteco, Onças, Avião Caído, Nova Flecha e Fazenda Santa Cruz, a prefeita ordenou que nenhum cidadão deve ficar sem ser vacinado”.

Para Sirlene Pavin Trava, representante da comunidade Roça, receber o atendimento em casa foi maravilhoso. “Agradeço a prefeita Eliene e toda sua equipe. É trabalhoso nos deslocarmos até a cidade. Tiramos leite, fazemos queijos, plantamos roça, alimentamos nossos animais, por isso a grande maioria ainda não tinha vacinado e vamos ficar muito feliz quando pudermos receber atendimento médico”, disse Sirlene.

vacinas
comunidades
roça velha