Seção de atalhos e links de acessibilidade

cidade empreendedora

Prefeitura e Sebrae discutem o desenvolvimento local


Publicado em: 21 de Dezembro de 2021

Autor: Thaís Sabino


Data: 21 de Dezembro de 2021

Autor: Thaís Sabino


Autor da Foto: assessoria

 

Esta semana o Sebrae Cáceres e a Prefeitura realizaram a Oficina de Planejamento Participativo para empresários locais.

A prefeita de Cáceres, Eliene Liberato Dias, explicou que a oficina é uma das ações do Programa Cidade Empreendedora Pró Pantanal. “Precisamos conhecer as necessidades dos comerciantes e empresários locais para que sejam desenvolvidas políticas públicas que venham de encontro às necessidades na nossa região. Essa iniciativa do Sebrae estimula o desenvolvimento local e provoca mudanças nos municípios com ações estratégicas promovendo desenvolvimento econômico e social”, afirmou Eliene.

Organizado em 10 eixos de atuação, o Programa Cidade Empreendedora e Sustentável contempla diversas temáticas como gestão municipal olhando, sobretudo, para as compras públicas privilegiando os fornecedores locais urbanos e rurais; desburocratização; inovação e sustentabilidade, incentivo à criação de salas do empreendedor; inclusão produtiva; empreendedorismo nas escolas e estímulo à sustentabilidade como negócio; fortalecimento de lideranças locais; cooperativismo e crédito; entre outras.

Para cada um dos temas, é oferecido um pacote de produtos, formatados para atender as mais diferentes realidades, para que os municípios possam fortalecer o desenvolvimento, permitindo o aprimoramento contínuo do ambiente de negócios, incentivo à atividade econômica e a valorização das micro e pequenas empresas, contribuindo assim com a geração de emprego e renda.

O empresário local, Atila Gattas, agradeceu a gestão Eliene e Odenilson por ter essa preocupação com o comércio local e buscar parceria com o Sebrae. “O que se evidenciou na Oficina é que temos uma cidade com o potencial de crescimento nas mãos, faltando apenas estimular e apoiar a qualificação pessoal da população para se prepararem para o mercado de trabalho cada vez mais evoluído. Temos oferta de serviço em abundancia e em contrapartida, o desemprego é um agravante na economia local. Há que se buscar um equilíbrio nessa disparidade, qualificar melhor o cidadão e, de consequência, naturalmente os índices de desemprego tendem a diminuírem.

No ramo de restaurantes, sobretudo, daqueles ligados ao turismo local, o sentimento é o mesmo. Existe muita carência de mão de obra qualificada e da implantação de uma política realmente disposta em expandir os horizontes do potencial turístico da cidade.  Mostrar o que temos de belo, muito além do que somente o turismo de pesca”, finalizou o empresário.  

O secretário Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Antônio Gallo disse que acredita no desenvolvimento. “Agora que já ouvimos os empresários locais, alinhamos nossas ideias, vamos juntos cumprir as metas e alcançar o nosso objetivo que é o desenvolvimento”, finalizou Gallo.

 

cidade empreendedora