Seção de atalhos e links de acessibilidade

Alunos da Escola Vitória Régia participam de mais uma aula do projeto Falando Direito


Publicado em: 01 de Dezembro de 2022

Autor: Esdras Crepaldi


Data: 01 de Dezembro de 2022

Autor: Esdras Crepaldi


Legenda: As professoras Luciana e Noeli, os juizes Federais Ana Lya e Francisco e o Procurador da República Rodrigo Peres de Almeida
Autor da Foto: Esdras Crepaldi

Alunos da Escola Municipal Vitória Régia, participaram na manhã desta quinta-feira (01/12), no plenário da Câmara Municipal de Cáceres, de mais uma aula do Projeto Falando Direito – Cáceres.

O evento é promovido pelo Instituto Brasileiro de Educação em Direitos e Fraternidade/IEDF, em parceria com a AJUFE (Associação dos Juízes Federais do Brasil), através da Justiça Federal em Cáceres, sob a coordenação da juíza  Dra. Ana Lya Ferraz da Gama Ferreira. 

O Projeto Falando Direito é uma ação educacional voltada para a prática do princípio da fraternidade destinado a jovens da rede pública de ensino, com a meta de capacitar alunos por meio da abordagem de temas jurídicos relacionados às fases do ciclo de vida humana.

As aulas são ministradas por professores juízes, promotores e delegados federais.

A apresentação de hoje esteve a cargo do Procurador da República, Rodrigo Peres de Almeida, com o tema “Falando Direito com a AJUFE”. Ele  abordou ainda o tópico  “Discurso de ódio.

Alunos do 8º e 9º anos participaram atentamente da palestra.

O Juiz Francisco Antônio de Moura Júnior, que em breve assumirá a 1ª Vara Federal em Cáceres,    também participou  da conferência.

Para a Coordenadora Pedagógica da Secretaria Municipal de Educação, Luciana Gattass Crepaldi,  o projeto tem contribuído muito na formação dos alunos preparando os estudantes para o exercício da cidadania. “É um programa que fomenta uma visão crítica  ao apresentar direitos e deveres, isso contribui com a formação crítica do indivíduo ao tempo que eleva a qualidade da educação por meio dessa interação. A prática da fraternidade é outro ponto relevante”, avaliou Luciana.

A juíza federal e diretora da Ajufe, Ana Lya Ferraz, além de coordenar o projeto em Cáceres, é uma das docentes. Ela  reforçou a importância desta iniciativa. “Ter a possibilidade de trazer turmas dos oitavos e nonos anos da rede pública para dentro da casa legislativa de Cáceres, e poder levar a reflexão sobre cidadania a esses adolescentes é muito importante. Esse contato direto, olhando no rosto de cada aluno e contribuir para ampliar seus conhecimentos sobre civilidade, direitos e deveres que todos nós temos buscando fazer a diferença no futuro desses jovens é o principal objetivo do Projeto apoiado pela Ajufe”, explicou a magistrada.

Já a diretora da Escola Municipal Vitória Régia, Noeli Sonaque, disse que o projeto Falando Direito viabilizou uma maior proximidade com  a comunidade escolar ao atender a clientela de jovens, destacando o caráter pedagógico e a inclusão como fatores marcantes.

Esdras Crepaldi